O guia do santuário ecológico

O guia do santuário ecológico

Científico

Artigos
Estudos

Busca

Galeria de Fotos

Pantanal de Porto Murtinho PDF Imprimir E-mail
O Pantanal de Porto Murtinho posiciona-se ao longo do Rio Paraguai, tendo como limites Norte e Sul os Rios Aquidauana e Apa, respectivamente.

A geologia constitui-se de Alcalinas Fecho dos Morros (sienitos e traquitos) e aos sedimentos inconsolidados e semiconsolidados da Formação Pantanal e Aluviões Fluviais.

Confinada entre a República do Paraguai e os relevos residuais do Complexo Rio Apa e Grupo Amonguijá e tendo a Norte o Pantanal do Nabileque, essa unidade representa a extremidade meridional do Pantanal Sul-mato-grossense, onde as inundações estendem-se por um período de 04 (quatro) a 06 (seis) meses.

Predominam Solonetz Solodizados e Planossolos Solódicos, quase sempre com horizonte e argila de atividade alta.

Encontram-se associadas a Vertissolos que são mais freqüentes na porção setentrional da área e a Planassolos desprovidos de caráter solódico, estes mais expressivos ao Sul. Em menor proporção, ocorrem ainda solos Glei Pouco Húmico e Aluviais, que ocupam a planície de inundação do Rio Paraguai.

Alguns relevos residuais como solos Litólicos e Podzólicos Vermelho-amarelo relacionados a rochas Alcalinas no Fecho dos Morros, nas proximidades da cidade de Porto Murtinho.

No Pantanal, predominam os solos hidromórficos, os quais são o reflexo da deficiência de drenagem generalizada e da forte tendência para inundações periódicas e prolongadas.
 
FONTE:
AMARAL FILHO (1986), a partir de relatórios do RADAMBRASIL, em relação às informações sobre as características dos solos, subdividiu o Pantanal matogrossense em 06 (seis) sub-regiões, nas quais constam os tipos de solos Glei Pouco Húmico, Glei Húmico, Laterita Hidromórfica, Planassolo, Podzol Hidromórfico, Areias Quartzosas Hidromórficas, Planossolo Solódico, Solonetz Solidizado e Vertissolo Solódico.
 
 
Joomla 1.5 Templates by Joomlashack