Gomphrena elegans Imprimir

Familía: Amaranthaceae

Etmologia: Gomphrena=escrever, pintar (grego), relativo à folha variegada de certas ssp.; elegans=elegante.

Erva: 0,3-1,5m alt., meio trepadora e com pêlos pluricelulares ramificados, no que difere de Pfaffia glomerata, com a qual se parece quando não florescida. Flor ago-set.

Utilização: Forrageira bem aceita por bovino. Potencial ornamental. O gênero é de medicinais havendo uma no planalto com o nome de "paratudo", nada aparentando com o "paratudo" do Pantanal. Desconhece-se utilização local.

Cultivo: Forrageira bem aceita por bovino. Potencial ornamental. O gênero é de medicinais havendo uma no planalto com o nome de "paratudo", nada aparentando com o "paratudo" do Pantanal. Desconhece-se utilização local.

Ecologia: Aumenta em campo sem gado e em anos de cheia.

Ocorrência: freqüente, carandazal, espinheiral, vazante, vegetação ciliar, alagáveis, solos argilosos.

Distribuição: América do Sul tropical e subtropical, higrófita, em campos ao longo dos rios.

Outras: G. glauca, G. celosioides (ruderal), G. macrocephala, G. vaga.