Heliotropium procumbens Imprimir

Familía: Boraginaceae

Etmologia: gênero idem; procumbens=que se deita. Erva anual, 10-40 cm alt., ereta ou deitada. Flor quase ano todo.

Utilização: Apícola. É comida por capivara, eventualmente comida por bovino, junto com gramlneas, ou quando estas escasseiam. Tóxica ao homem, contém alcalóide lasiocarpina.

Cultivo: Apícola. É comida por capivara, eventualmente comida por bovino, junto com gramlneas, ou quando estas escasseiam. Tóxica ao homem, contém alcalóide lasiocarpina.

Ecologia: Pioneira em solo desnudo, p. ex., pastagem com excesso de pisoteio, portanto, indicadora de degradação. Comporta-se como invasora e ruderal22. Praticamente desaparece em campo sem gado.

Ocorrência: abundante em solos argilosos, menos freqüente em arenosos.

Distribuição: todo o Brasil, América tropical, do Sul dos EUA ao Chile e Argentinas.

Outras: H. campestre (marraria calcária), H. indicum (“crista-de-galo”), H. lagoense, H. ocellatum. Outra boraginácea; Tournefortia paniculata.